segunda-feira, 25 de junho de 2007

Quem sai aos seus...

Queixo-me eu de ter dois filhos que me colocam perguntas difíceis de responder. A curiosidade deles, é na prática, aguçada por mim quando discuto com eles tudo e mais alguma coisa (não esquecendo as excelentes educadoras que têm na escola).

Para além disso quem pode ser conden
ado por não degenerar. Os meus pais têm histórias semelhantes comigo, quando era da idade deles. Eu e um colega meu de infância também tínhamos questões complicadas sobre o quotidiano (a natureza das perguntas era outra mas não nos podemos esquecer que estávamos no final da década de 70, principio de 80, e discutir politica e assuntos relacionados de uma forma aberta ainda era uma novidade).

Senão vejam:
Aos 3/4 anos, ao ver políticos na televisão questionei os meus pais se eram aqueles os comunistas da AD.


Também por essa altura, durante os jogos olímpicos, esse meu amigo de infância ao ver a cerimonia de abertura do evento perguntou ao pai se aqueles senhores
eram todos da APU.

4 comentários:

Rui Rebelo disse...

O dos jogos olímpicos também se passou comigo.

Na altura havia o simbolo da APU por todo o lado, principalmente no alentejo.

Perdido disse...

Eu tinha um problema entre distinguir o vasco granja e o vasco gonçalves. nos anos quentes, até as criancinhas de colo tinham consciencia politica..

mãe de dois disse...

Seria por causa da careca ou um que trazia os desenhos animados de leste para o outro?

mãe de dois disse...

Mas o Perdido tem razão quando diz que "nos anos quentes, até as criancinhas de colo tinham consciencia politica". Se calhar aos de hoje faz-lhes um bocadinho de falta.