segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Como lidar com o telemarketing

- É de casa do Srº Luís? - perguntam ao telefone

- É o próprio. - respondo.

- Srº Luís, chamo-me.... e estou-lhe a telefonar para o convidar a assistir a..blá blá blaá...hoje às 18 horas.

- Com certeza. Posso levar um doce?

- Srº Luís. Não é necessário trazer nada. Basta o Sr. vir e trazer a sua esposa.

- Mas eu não gosto de ser convidado e não levar nada. Não fui assim educado.
E ainda por cima a minha mulher acabou de fazer um doce excelente, e olhe que isto é coisa rara. - disse eu, com uma estranha sinceridade- Por isso, se não se importa nós levamos uns frasquinhos com doce. Têm pão, ou é preciso levar?

- Sr. Luís (pausa para suspiro) Trata-se de uma apresentação de um produto, para o qual estamos a convidar apenas pessoas seleccionadas e o Sr. e a sua esposa tiveram a felicidade de serem escolhidos.

- Bom, já percebi. É uma coisa assim mais formal, certo?

- Sim.- responde, com um suspiro de alívio.

- Nesse caso, o melhor é então levar uma garrafinha de vinho do Porto. E têm pão?

- Está a gozar comigo? - pergunta ela, irritada.

- Peço muitas desculpas se a ofendi, garanto-lhe que não foi essa a minha intenção. E se for uma garrafa de Champanhe, do verdadeiro? Sou também capaz de arranjar uma latinha de caviar, mas acho que é falsificado. Assim já serve? E têm pão?

- Se não quer vir bastava dizer, não precisava deste teatro todo. - reage a moça, irritada.

- Agora é vossemecê que me está a ofender!! Se acha que nós não temos condições para ir à sua festa fina, podia ter dito logo! Eu e a minha mulher somos pessoas simples! (fungadela) Era com muito sacrifício que estávamos a oferecer o que de melhor cá temos em casa! (fungadela) E a senhora aparentemente acha pouco! (fungadela) Assim sendo, tenha uma muito boa tarde e espero sinceramente que tenha pessoas na sua festa, porque com esses seus
critérios de selecção não sei se tal vai acontecer! (fungadela) ADEUS!

- Sr. Luís. Talvez eu não me tenha feito entender correctamente. Vamos começar do inicio. Pode ser?

- Sim...(fungadela)

- Apenas queremos que o Sr. e a sua esposa venham conhecer o nosso produto hoje. Nada mais. Podemos então encontramo-nos às 18 horas?

- Ok...... Têm pão?

in, http://vidadecasado.blogs.sapo.pt/

5 comentários:

Pantera Cor-de-Rosa disse...

AhAhAh!!!

Isto aconteceu? Contigo? Épah já sei como é que me vou livrar dessa malta, e ainda me divirto por cima...

Genial...

mãe de dois disse...

Não aconteceu comigo porque há muito que não me chateiam. A última vez falei também se haveria jantar e desligaram-me imediatamente o telefone. Uma outra vez respondi, com voz de moça de Canas de Senhorim, que a senhora não estava e não sabia a que horas voltava que tinha ido com o senhor visitar os meninos ao colégio interno pois já não iam lá desde o Natal e bla bla bla bla. Desligam-me sempre o telefone, porque será?

Pantera Cor-de-Rosa disse...

Épah eu vou mesmo adoptar essa estratégia, é genial!!!

Daniela disse...

Não sei que te mostrou isso mas acho que é um original do vidadecasado.blogs.sapo.pt...

As vezes as coisas circulam pela net sem os devidos créditos e é chato.

beijos

mãe de dois disse...

Recebi esta história de uma colega por e-mail como sendo dela. Se é um original do vidadecasado.blogs.sapo.pt desconhecia. Quando uso algum texto de outro blog coloco sempre a fonte. Peço desculpa então ao autor porque estava convicta que tinha a autorização do mesmo, o que acontece é que afinal quem a deu não foi o autor real.
Obrigada Daniela pelo esclarecimento